Conheça nossos Baluartes

Nossa

HISTÓRIA

A Comunidade Católica Ruah Adonai nasceu a partir de um sonho de Deus no coração do nosso fundador, que após uma caminhada de cinco anos como coordenador do Grupo de Oração Jovem Sanctus sentiu  no seu coração o desejo de avançar para águas mais profundas. A princípio nosso fundador sentia um impulso missionário, porém a vida comunitária foi confirmada através de alguns sinais. 

Em 2003, após uma experiência de oração da Renovação Carismática Católica, organizada por este grupo, através das pregações de Fabio e Wellington, os quais estávamos conhecendo neste encontro, fora profetizado a nosso fundador que ele devia levar a diante o sonho de Deus que estava em seu coração.

A princípio o Huanderson convidou alguns jovens deste grupo para rezar todas as Terças feiras a noite, na casa de duas membras do grupo. No dia 03 de Junho de 2003, realizaram o primeiro momento de oração, onde surgiu a Comunidade Missionária Ruah Iahweh.

Em Maio de 2005, o bispo Emérito da Diocese de Campo Limpo, Dom Emilio Pignoli, nos enviou para a Paróquia Santa Ana, em Taboão da Serra/SP, com a missão de auxiliar o padre César, no período em que foi Pároco, e também diretor espiritual da nossa comunidade.

No dia 29 de Julho de 2008, recebemos pela Igreja o maior presente que poderíamos receber: O DECRETO DE  APROVAÇÃO DIOCESANA como Associação Privada de Fiéis de Direito Diocesano. No mesmo ano tivemos de mudar o nosso nome uma vez que o Santo Padre o Papa Bento XVI, por respeito a Comunidade Judaica pediu que não se pronunciasse o Nome IAHWEH, passamos então a nos chamar Comunidade Católica Ruah Adonai.

No ano de 2010 com a aprovação do bispo diocesano Dom Luiz Antonio Guedes, abrimos nossa primeira casa de missão São Miguel Arcanjo, em Campo Limpo. No mesmo ano nos foi concedido a guarda do Santíssimo Sacramento.

Desde de  Setembro de 2013 situamo-nos no território da Paróquia Catedral Santuário Sagrada Família e o atual vigário paroquial padre Rodrigo Antonio da Silva é o nosso diretor espiritual.